Acompanhe-nos:  Assinar RSS Twitter Facebook Comunidade no Orkut Google Adicionar aos Favoritos | Efetuar login | Cadastrar-se

À chinesa


nov 13, 13 À chinesa


13/11
As exportações do agronegócio brasileiro seguem a ritmo chinês e graças justamente ao gigante asiático. De janeiro a outubro deste ano, as vendas externas do setor totalizaram US$ 86,42 bilhões, 6,9% mais do que em igual período do ano passado, quando o faturamento atingiu a marca de US$ 80,8 bilhões. Os produtos do Complexo Soja (grão, óleo e farelo) puxaram para cima o desempenho da balança comercial, com US$ 29,19 bilhões – 18,4% superior ao faturado em 2012.

Na sequencia, vêm os segmentos carnes e sucroalcooleiro, com US$ 13,9 bilhões e US$ 11,64 bilhões de participação, respectivamente. Os dados são da Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SRI/Mapa). Maior importadora mundial de soja, a China continua sendo o principal destino dos produtos da agropecuária brasileira. Somente em outubro, as compras do país no Brasil tiveram incremento de 23,9% em relação ao mesmo mês do ano passado. No acumulado de 2013, a participação chinesa nas vendas é de 42,2% do total, com US$ 36,51 bilhões. As vendas também cresceram, em 15%, para os países da Aladi, que inclui Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela, Cuba e Panamá.

Saldo positivo

US$ 72,13 bilhões é a diferença entre o valor exportado e importado pelo agronegócio brasileiro de janeiro a outubro deste ano. Desempenho do setor, especialmente no mercado internacional, evita déficits na balança comercial do Brasil.

Gazeta do Povo Online


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe»

Deixe um Comentário