Acompanhe-nos:  Assinar RSS Twitter Facebook Comunidade no Orkut Google Adicionar aos Favoritos | Efetuar login | Cadastrar-se

À chinesa


nov 13, 13 À chinesa


13/11
As exportações do agronegócio brasileiro seguem a ritmo chinês e graças justamente ao gigante asiático. De janeiro a outubro deste ano, as vendas externas do setor totalizaram US$ 86,42 bilhões, 6,9% mais do que em igual período do ano passado, quando o faturamento atingiu a marca de US$ 80,8 bilhões. Os produtos do Complexo Soja (grão, óleo e farelo) puxaram para cima o desempenho da balança comercial, com US$ 29,19 bilhões – 18,4% superior ao faturado em 2012.

Na sequencia, vêm os segmentos carnes e sucroalcooleiro, com US$ 13,9 bilhões e US$ 11,64 bilhões de participação, respectivamente. Os dados são da Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SRI/Mapa). Maior importadora mundial de soja, a China continua sendo o principal destino dos produtos da agropecuária brasileira. Somente em outubro, as compras do país no Brasil tiveram incremento de 23,9% em relação ao mesmo mês do ano passado. No acumulado de 2013, a participação chinesa nas vendas é de 42,2% do total, com US$ 36,51 bilhões. As vendas também cresceram, em 15%, para os países da Aladi, que inclui Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela, Cuba e Panamá.

Saldo positivo

US$ 72,13 bilhões é a diferença entre o valor exportado e importado pelo agronegócio brasileiro de janeiro a outubro deste ano. Desempenho do setor, especialmente no mercado internacional, evita déficits na balança comercial do Brasil.

Gazeta do Povo Online


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um Comentário